Oi!

Eu sou a Viviane, mas pode me chamar de Vivi. Quando me perguntam “o que você faz?”, sinto muito prazer em responder “sou costureira”. Ah! Mas além disso tem mais: sou mãe da Alice, 6 anos, e do Lucas, 12, e casada com o Juliano há 16 anos.

Desde criança sempre gostei de escrever, por isso não tive a menor dúvida ao escolher o curso que faria na universidade. Eu me formei em Jornalismo em 2000. Fui estagiária no Correio Braziliense e na emissora de TV pública Radiobras (conhecida hoje como EBC). Entrei na TV Globo no último semestre da faculdade e lá permaneci por 16 anos. Foi um período bem produtivo. Entrava cedinho na casa dos brasilienses como repórter do Bom Dia DF e na hora do almoço nos links do DFTV. Passei rapidamente pelo Globo Rural e cheguei na Globonews, onde cobri política e economia por 9 anos em Brasília. Aos fins de semana, apresentava os jornais no estúdio no Rio de Janeiro.

Em 2016, tomamos uma importante decisão familiar: mudar para os Estados Unidos. Meu marido _que tambėm é jornalista_ foi convidado para trabalhar como correspondente e cobrir o último ano do governo Obama e a disputa eleitoral entre Hillary e Trump. Pedi demissão da TV Globo e segui com Ju, Lucas e Alice para Washington DC.

Quero dividir o que aprendi nestes quase 3 anos de vida craft gringa. Desejo compartilhar (e espalhar!!) todo esse meu amor pelas palavras e por trabalhos manuais com vocês!

No período em que morei na capital americana, mergulhei nos crafts. Fiz todos os cursos que podia, viajei pelo país para participar de workshops e retiros, conheci autoras de livros de costura que eu admirava antes só de longe! Fiz uma especialização em técnicas de modelagem com uma professora graduada na escola parisiense Esmod.

Estive em oficinas de costura no Brooklyn, retiros criativos em New Hampshire, na Virginia e em Upstate New York. Costurei de casacos forrados até calças jeans_ sempre com a tutoria dos melhores profissionais. Visitei estúdios em Chicago, São Francisco, Los Angeles, New York.

Curiosa, participei de oficinas de feltragem, encadernaçāo e “creative board”.

E me encantei com algo inesperado: o tricô, paixāo que faz parte essencial hoje do meu dia a dia. Aprendi sobre tipos de fios, agulhas e tingimentos. Tricotei cachecóis, xales, sweaters e cardigans.

Quero dividir o que aprendi nestes quase 3 anos de vida craft gringa. Desejo compartilhar (e espalhar!!) todo esse meu amor pelas palavras e por trabalhos manuais com vocês! Faça um café, sente em um lugar confortável e embarque nessa leitura. E depois volte para me contar se algo que voce viu por aqui mexeu, de alguma forma, com o seu coração.